• Licyane Cordeiro

Arquitetura Pelo Mundo - Espanha

Olá pessoal, sou Licyane Cordeiro arquiteta urbanista formada aqui no Brasil e design de interiores na Inglaterra, mas isso é assunto para um outro post. Neste post vamos falar da minha experiência de viver na Espanha.

Estive morando por lá entre 2009 e 2011, na cidade de Málaga na Costa do Sol - Andaluzia. Foi um país incrível de conhecer, o povo de lá me lembrava muito o Brasil. A cultura e o estilo de vida dos espanhóis conquistaram meu coração. No começo achava estranho os horários de abertura e fechamento do comércio e principalmente a famosa “ciesta”, sim, ela é real e do meio dia as 14hs até mercado fechava. Era normal ver pessoas de pijama andando pela rua ou pessoas com roupa de trabalho indo tomar um solzinho na praia de topless. Era divertido, acabou se tornando o meu país preferido para se viver por sua simplicidade e beleza.


Málaga, cidade portuária (um dos portos mais antigos do país) com um litoral belíssimo e cheias de histórias. O porto sofreu algumas reformas em sua arquitetura e desenho urbano que iniciou no ano de 2011. Em 2012 tive a oportunidade de visitar a cidade novamente e ver parte da obra em andamento. A Arquitetura moderna e arrojada foi projetada pelo escritório L35 e vale a pena a visita, por essa região você também encontrará a segunda sede do Centro Pompidou de Paris, mais conhecido como “O Cubo”, ele tem esse nome por se assemelhar ao cubo magico.

Málaga também é a cidade onde nasceu Pablo Picasso e onde está localizada a primeira casa onde ele viveu. Minha última morada ficava a poucas quadras dessa casa e passava por lá sempre andando e sentindo a história. Lugares assim me transportam na imaginação e acho incrível a preservação da arquitetura ficar na nossa memória.

Espanha também é o País das touradas (embora já existam movimentos dentro da própria Espanha que contestem a sua existência). A “ Plaza del toros “ é a arena onde acontecem os eventos e touradas. Sua arquitetura lembra muito as arenas antigas como o coliseu na Itália.


A cidade é bem montanhosa e possui diversos mirantes onde pode se encontra vistas maravilhosas para admirar o desenho e obras da cidade.


Em sua redondeza também encontramos praias maravilhosas para visitar e comer aquela paella a beira mar com seu copo de sangria que os espanhóis amam.

No período que estive por lá também visitei a montanha de neve em Granada. Numa viagem de carro pelo país passei por Valência e pude observar a beleza da arquitetura do arquiteto Santiago Calatrava. A obra foi o Museu conhecido como a Cidade da artes e da Ciência e possui mais de 40 mil metros quadrados.

Em Madrid, o que me encantou foi conhecer a modernidade e a grandeza do estádio San Bernabéu, do clube Real Madri. Tive a oportunidade de assistir um jogo lá e conhecer essa toda estrutura por dentro. O design e a funcionalidade dos espaços me agradaram muito, tinha escadas rolantes que me lembravam as escadas de shopping. Lembro também que estava frio mas tinha calefatores para todos na torcida eles ficavam presos na estrutura metálica que tem ao redor de todo estádio. Em meio a pandemia o presidente do clube do Real Madri já divulgou imagens do projeto da nova reforma que o estádio deve começar em breve. Esses projeto foi feito também pelo escritório L35, o mesmo que reformulou o porto de Málaga.

Continuando minha viagem de carro pelo país, passei em Barcelona mas foi uma parada rápida onde pude ver a famosa catedral de longe, a famosa Sagrada Família do arquiteto Antonio Gaudi. Me deixou com um gostinho de querer voltar lá uma dia mas desfrutar dessa arquitetura que iniciou no estilo neogótico mas acabou sendo reformulada se tornando a maior obra moderna Catalã. Enfim, pequenas cidades desse país que também pude visitar estão guardados em minha memória e quem ainda não visitou e tiver a oportunidade de fazer eu super recomendo.


Eu morei na Europa durante 5 anos e pude desfrutar da beleza e história de várias cidades. Isso fez eu repensar meus conceitos do que é “moda”, “estilo” e “funcionalidade”. Percebi que não existe regras, o que existe são necessidades e é a partir dessas necessidades que se faz um projeto bonito, funcional e com estilo. Minha arquitetura consciente vem dessas experiências e se você quiser acompanhar minha trajetória acompanhe nossos posts.


Arquitetura consciente é aquela que traduz o seu sonho.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo